BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

19 março 2010

... medo...

Às vezes queremos muito uma coisa na vida, lutamos por ela e estamos mesmo quase a consegui-la! Depois, por algum motivo, não a conseguimos! A vida prega-nos uma rasteira e demoramos algum tempo a levantar-nos...
Vamos nos erguendo... dia após dia dói menos, às vezes volta tudo como no primeiro momento e choramos como se não houvesse solução mas vamos ganhando forças para tentar de novo! 
E eis que chega o momento de lutar novamente, com as feridas mais ou menos cicatrizadas é altura de levantar a cabeça e prosseguir viagem... a vontade é gigante mas o medo de correr mal novamente, paralisa!

Bem sei que pior do que falhar é nem tentar...mas o medo de que se tenha que sofrer tudo outra vez é desarmante! Mesmo que tenhamos tudo para ser bem sucedidos, o bichinho que diz "Vais passar por tudo novamente" está lá a corroer as entranhas...


Esta vontade de nem tentar com medo de falhar tem um nome: cobardia! E eu, meus amigos, eu estou a descobrir que sou exactamente isso: nada mais que cobarde!

17 cores:

Bailarina disse...

Então, põe os pés ao caminho e não te deixes acobardar... 8)
Bjinho*

Bailarina disse...

Então, põe os pés ao caminho e não te deixes acobardar... 8)
Bjinho*

Odalisca disse...

Não ha nenhum mal em ser cobarde, afinal não queremos voltar a sofrer... mais cedo ou mais tarde as forças voltam e seguimos em frente! :D
beijinhos

Aninhas disse...

Todas as pessoas são cobardas em algum ponto da vida. É normal! Não gostamos de sofrer...

Bjx

Jedi Master Atomic disse...

Toda a gente tem direito aos seus momentos de cobardia.

medeixagozar@ disse...

Há alturas em que temos de nos erguer e fazer-nos ao caminho sem cobardias e com muita coragem, pois se assim não for, ficaremos sempre no mesmo 'sitio', o que não é muito aconselhável...

Bjs,
http://medeixagozar.blogspot.com/

Olhos Dourados disse...

Pois.

Vaca na Lua disse...

Cobarde é nem sequer tentar... Força! Não te deixes abater por um sentimento que não ajuda.

Bjito directamente da Lua

Fresco_e_Fofo disse...

Mas deixa-me que te diga que enterrar a cabeça na areia, nem sempre é a melhor solução para os problemas. É, até, capaz de trazer outros problemas bem mais dolorosos, pois aquela posição é um tanto ou quanto provocadora e se não der para começar uma grande amizade, pode dar para sair dali com um andar esquisito e alguma dificuldade em sentar direito.
Há um provérbio que diz: a ocasião faz o ladrão. Por isso é que eu posso não jogar com o baralho todo, mas nunca me ponho de cu para o ar em plena praia lolol.
Pelos mesmos motivos, também não concordo com esse assumir a cobardia. Acho, até, que é preciso muita coragem para deixar o cu a servir de alvo, num local público e nem sempre bem frequentado, como é a praia.

D* disse...

Ser cobarde não é mau. É sinal de que temos consciência das coisas, de que nem tudo vai correr sempre bem. É nossa obrigação contrariar esses pensamentos negativos e fazer os possíveis para que tudo corra pelo melhor :)
Beijinhos*

Bloguótico disse...

Não acredito nisso... ou, por outra, não quero acreditar! Faz-te à estrada! :D

S* disse...

Eu nem procurei emprego na minha área por ter medo de não conseguir.

Li disse...

Faz frente a essa cobardia e ergue-te...! Força, beijinhos

Pinkk Candy disse...

O que sentes é normal! Medo de falhar todos temos. MAS de uma forma ou de outra temos que tentar SEMPRE, seja de uma maneira ou de outra, se queremos mesmo, e pelo que li, e não sei o que tu desejas, e como tu dizes, tens tudo para ser bem sucedida! Por isso, toca de andar para a frente!
Desejo-te muita, muita força! Mesmo!
:D

xoxo

Rita disse...

Todos nós somos cobardes, afinal ninguém gosta de sofrer. Mas as forças acabam por voltar...Se não sentimos a força necessária para arriscar é porque, se calhar, ainda não é altura de o fazer.

****

Galo disse...

Acho que um dia vou experimentar a fazer de avestruz. Talvez me dê bem...

Beijinhos

a Gaja disse...

Todos nós somos um bocado, afinal que gosta de falhar e de sofrer.
Vais ver que ganhas forças e recomeças tudo outra vez. Boa sorte*